08 janeiro 2008

Penguincubator

Uma espécie de armário de venda automática de livros foi instalado pela Penguin na londrina Charing Cross, em 1937 (a história mais completa da Penguin está aqui). Chamava-se 'Penguincubator' e, a troco de meia dúzia de pences, quem introduzisse as moedinhas no aparelhómetro levava para casa um paperback da Penguin.



O sistema, que não sei se foi criado pela Penguin ou se já existia, pode ser visto ainda hoje em várias cidades do mundo, com especial incidência nas estações de metro, mas o charme deste Pinguincubator é incomparável... A minha irmã - que trabalha numa livraria a sério e ainda assim me enviou o link - que me desculpe, mas um armário destes na rua dá vontade de comprar livros sem que haja livreiro.

1 comentário: