19 junho 2008

A demência...

Dormir manhã fora e trabalhar noite dentro nunca deu saúde a ninguém. Mas também não pensei que as insónias me fizessem perder a noção dos dias da semana. Assim, fica esclarecido que o post anterior (que manterei, para não me esquecer da minha própria demência nocturna e começar a pensar em trocar os sonos) é válido para hoje, a verdadeira véspera da chegada do Ípsilon às bancas.